quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Vai com deus Filhote =/

Um post sem gracinhas ou sem maiores pensamentos anteriores a ele, um desabafo.
Quando eu tinha 7 anos ganhei de presente dos meus pais um cachorro, um cocker spaniel , lindo lindo, nao tinha nem 2 meses de vida e ja tinha uma orelha enorme que ficava sendo arrastada pela casa quando ele corria =) meu filhote.
Depois de um sorteio ele foi batizado, spike.
quando ele era menor era tão engraçado, sempre foi metido a valente, mesmo que pequeno.
bater a porta na cara dele? jamaaais, se isso acontecesse ele rasgava todos os panos perto dele.
lembro que ele era tao pequeno que queria subir na cama, no sofá e não conseguia, ai ficava com cara de pidão, com a carinha e as orelhas (enormes) entre as patinhas.
ele tinha um cocoruto engraçado, o centro da cabeça dele era levantado, era o máximo coçar ali, ele adorava, abanando o pitoco de rabo mais lindo do mundo.
Eu sou louca por animais, mas por ele, ah, por ele eu tinha um amor imensuravel.
inumeras madrugadas em que eu chorando muito, por algum problema, levei lambidas amistosas e uma carinha linda encostada na minha perna.
nas rotinas de estudo na mesa, meu pé sempre tava la coçando e roçando no meu tapetinho.
nas vezes que ele passou mal, ficou intoxicado, só deus sabe o quanto eu sofri junto com ele, aquele manhoso tomando soro no veterinario.
e a vez que ele ficou preso na grade do portao da sala? o bicho tava rocho, achando que era magro, ele quis como sempre passar pra dentro de casa pela grade, ficou preso, claro.
só depois de 1 litro de oleo nele, meu bichinho todo besuntado escorregou pro lado de dentro.
ha dois anos minha familia e eu nos mudamos para um apartamento, eu morava em uma casa enorme, com um quintal grande, era o reino dele, meu filhote corria tanto, latia pro nada, pra sombra, pra reflexo de vidro, pra chuva. ele adorava chuva, inumeros banhos de chuva eu tomei com ele, correndo, feliz pelo quintal, na minha infancia, ele do lado, latindo latindo. feliz porque estava comigo. eu feliz por ter ele.
como não tinha espaço no apartamento pra ele, fizemos uma casinha na casa da minha avó, ela adorava ele, toda a familia adorava, e la ele ficou morando.
14 anos meu bebe ja tinha, 14 anos de muita felicidade, historias, de risadas, de fidelidade, de carinho, de amor.
foi diagnosticado câncer, muitos tumores, ele ia ser operado, mas o coraçãozinho não aguentou na mesa de operação, era enorme de tanto amor que ele nos deu, me deu. Deus levou meu anjinho.
passou duas semanas ja, só soube anteontem porque ninguem tava com coragem de me contar.
a dor é enorme, a ausencia mais ainda, ainda nao consegui chorar tudo, a ficha meio que não caiu, esse fim de semana vou perceber, qaundo for na casa da vovó e a casinha tiver vazia, sem o latido, as lambidas, o rabinho batendo.
sempre que chuver vou lembrar dos latidos, da carinha, do meu amigo, melhor amigo.
meu filhote, eu vou te amar sempre.
meu eterno principe, meu amor verdadeiro. muitas saudades suas, muitas.
tá doendo muito, mas sei que vai passar, meu filhote odiava tristeza, lembro que quando eu chorava ou estava triste ele ficava me olhaaando muito e latia com cara de indignado.
vou ficar feliz, porque ele gostava disso.
Te amo pra sempre spike, meu eterno filhote.

3 comentários:

Gaby Soncini disse...

Puxa isso é pra chorar,assim como chorei lendo esse post.

Me lembrou o cãozinho do meu namorado que tem dois meses e é um cocker se chama Boby e tem os mesmos costumes que tinha seu cãozinho quando filhote.

Eu considero os cachorros um animal de imenso amor,você pode ter um gato adoro gatinhos também,mais o gato é um animal mais livre mais largado de você,agora um cãozinho se pega amor ele fica ao seu lado,sente falta e sempre falo que todo e qualquer animal tem sentimento.

Já tive animais de estimação que morreram e eu chorei demais e sei como você deve estar se sentindo eles nos torna uma companhia sincera pra nós.

Só desejo que você fique bem porque o anjinho do seu cãozinho concerteza está em um ótimo lugar.

Belo Post.

Grande Beijos.

J.C. disse...

E ainda existem pessoas que tratam animais mal. A forma com que a companhia desses seres nos tras força até nos momentos mais difíceis é algo maravilhoso. Carter a oarabenzia por expor aqui o carinho que sente pelo seu cão, pois são nos mínimos detalhes que percebemos o valor que pessoas como você dão às principais coisas da vida.
Carter torce para que você rapidamente se recupere e saiba que seu filhote é, realmente, eterno, pois se encontra em um lugar onde late tentando chamar a atenção de Deus para você.

Jimmy Carter.

Descobrindo Blog disse...

Puxa é muito chato perder um amigo..eu tive vários gatos, infelizmente ainda não sei como é ter um cachorro, mas deve ser bom..parecem amigos mesmo que não te largam.
Mas não entristeça por ele, até porque, com certeza ele não gostaria que vc chorasse agora que não pode ser um tapetinho,comcordo com Carter, sem dúvida ele está em algum lugar querendo ver vc sorrir e ter essas boas saudades.